Challenge Accepted!

vacas1

Lembras-te de uma das minhas resoluções de ano novo? Achavas que me tinha esquecido? Não me esqueci.

Tenho andado a fazer exercício e a ter cada vez mais cuidado com a alimentação. Outra coisa que também já te tinha contado é que há quase 3 anos que não como carne, à pala duma aposta que fiz. Um hábito que se manteve até hoje, por ter realmente sentido uma melhoria na minha qualidade de vida.

Ouve uma coisa, antes de continuarmos. Não quero de forma nenhuma ser aquele gajo que dá lições de moral sobre a tua alimentação ou estilo de vida. Não sou contra ninguém que coma carne nem acho que sou melhor por não comer, aliás, eu cozinho carne para o meu filho! CADA UM FAZ AS SUAS ESCOLHAS E VIVE COMO ACHA QUE É MELHOR PARA SI. Esta é só a minha escolha, e cada um faz as suas.

Continuando. Agora tu perguntas: Oh Diogo, isso é tudo muito giro, mas porque é que estás a relembrar tudo isto?

Calma, eu explico.

Decidi levar isto de não comer carne mais além. Decidi que durante uns meses vou experimentar ser vegetariano. Mesmo!! Eu, Diogo Amaral/Breaking Dad, prometo que durante, pelo menos, dois meses, vou experimentar ser vegetariano (medo)!

E tu vais saber tudo sobre essa experiência, aqui, no nosso Breaking Dad.

Portanto, ser vegetariano. Aos poucos vou adoptando este hábito, que pelo que já percebi às vezes é um caminho difícil. Não por ter sonhos com bifes ou com aquele peixe grelhado à beira mar (ok, carne eu já não comia mas acredita que o peixinho é difícil de ignorar), mas sim porque logisticamente nem sempre é fácil. Fora de casa, o desafio é encontrar sítios onde comer (apesar de em Lisboa termos cada vez mais opções vegetarianas).

Há uma aplicação que me tem ajudado a este nível, chama-se Happy Cow (vacas felizes). Com a ajuda do GPS, encontra restaurantes com opção vegetariana perto de ti, receitas e dicas… Acredita, é uma grande ajuda.

Não precisas de ser vegetariano para espreitar este site, só precisas de ser curioso…

Esta é a minha nova aventura. No Breaking Dad, daqui a uns meses, podes acompanhá-la.

Para terminar, tenho de agradecer aos senhores do talho que me deixaram invadir o frigorífico para tirar estas fotografias, sem saber que ia fazer esta maldade e publicá-las num post sobre o desafio de ser vegetariano… 🙂

6 Comment

  1. […] “Tenho andado a fazer exercício e a ter cada vez mais cuidado com a alimentação. Outra coisa que também já te tinha contado é que há quase 3 anos que não como carne, à pala duma aposta que fiz. Um hábito que se manteve até hoje, por ter realmente sentido uma melhoria na minha qualidade de vida”, confessa no seu blogue. […]

  2. Luisa Silva says: Responder

    Olá Diogo espero que consigas passar este “desafio” e eu vou estar cá para acompanhar todo esse processo que tu partilhares connosco, e se calhar até pode vir a ser um grande incentivo para eu mudar a minha maneira de comer (não digo que me venha a tornar vegetariana) mas poderei mudar a minha maneira de comer, que admito que nos últimos tempos não tem sido a melhor.
    Beijinhos e boa sorte lindo.

  3. luisa says: Responder

    Sim, tu consegues.;) Até já consigo imaginar o próximo desafio. 🙂 Todo vegetariano deseja ser vegan. <3 🙂 Boa sorte. 🙂

  4. Maria Silva says: Responder

    Olá, Diogo!
    Também deixei de comer carne por causa do meu pai, disse-me que não aguentava uma semana e, na verdade, é que já se passaram quase dois anos! Foi a melhor decisão que alguma vez tomei na vida, apesar de ter somente 19 anos de existência (ahah).
    Já nem me lembro do sabor da carne e até acabei por ganhar uma certa repulsa à carne. O próximo passo seria deixar de comer peixe, mas sinceramente ainda não me sinto preparada e passei a gostar imenso de comer peixe… Por isso, não sei se iria conseguir, mas tento que a minha alimentação não dependa muito do peixe, contudo faço um consumo controlado.
    Irei certamente experimentar essa aplicação, obrigada e boa sorte!

  5. Olá!
    Não é fácil. Eu ainda como carne mas o desafio de não comer até que me agrada… à excepção de frango. Adoro frango e seria mesmo um grande deafio deixar de comer essa carne.
    Tenho um grande respeito por quem já conseguiu melhorar a sua forma de comer.
    Confesso que tenho que cuidar um pouco mais disso.
    Vou estar atenta á partilha da tua experiência e quem sabe se não me inspira a mudar mais cedo do que penso.

    Beijinhos
    Eva

  6. Andreia Palma says: Responder

    Olá Diogo eu vou estar a par deste desafio….eu já fui vegetariana durante um ano mas as marmitas do gym e os objetivos de treino e desafios que em mim lancei levaram me a consumir frango e peixe….mas ainda espero viver do mundo anti carne…e animais felizes
    beijinhos

Deixe uma resposta