Chega. Epa já chega!!

whatsapp-image-2016-11-25-at-17-57-12

É triste viver num mundo em que existe um Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. A sério, vamos lá pensar um bocadinho sobre o facto de estarmos em 2016 e precisarmos de assinalar um dia no nosso calendário para falarmos, enquanto sociedade, na necessidade de eliminar a violência contra as mulheres.

Atenção, não estou ofendido por existir o dia, é uma iniciativa de louvar. Só acho triste o facto de ser necessária, de ainda ser preciso dizer “pessoal, não é fixe bater na mulher”. Tipo… Não é óbvio? Fico ofendido é por ainda existir a própria da violência. Em 2016. A sério? Mais de 19.000 casos registados de mulheres vítimas de violência doméstica? Mas quem são estes animais que levantam a mau ou exercem violência psicológica sobre as suas companheiras? Dá para os metermos todos numa jaula?

Se lês este blog, espero que não sejas um das bestas que compõe as tristes estatísticas da violência contra a mulher, quer seja física ou psicológica. Se fores, faz o favor de sair já daqui, não és bem-vindo. Para todas as outras pessoas normais que lêem este post, deixo o site da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, onde te podes informar sobre o que fazer nestes casos, quer seja contigo ou com quem alguém próximo.

Primeiro desejo para 2017. Que deixe de ser necessário chamar a atenção para questões como esta, por terem deixado de existir.

1 Comment

  1. Olá!
    É mesmo triste pensar que a violência, seja contra quem for, ainda existe.
    Depois de vivermos à tanto tempo neste planeta seria de esperar que tivessemos aprendido alguma coisa…
    Sou mulher e nunca passei por nenhuma situação de violência por isso, nem me vou colocar na pele das mulheres (e homens também), que sofrem todos os dias por causa de “bestas”. Só posso dar o meu apoio e solidariedade e pedir a quem testemunhe um acto de violência, a não ficar calado.
    “The only thing necessary for the triumph of evil is for good people to do nothing.”
    “A única coisa necessária para o triunfo do mal, é as pessoas boas não fazerem nada.”

    Cumprimentos
    Eva

Deixe uma resposta