O edifício mais sustentável do mundo

1462190693_4529_04_rise_win_007re

É possível que nunca tinhas ouvido falar (eu também não), mas o WAN (World Architecture News) é o maior programa de prémios para arquitectura internacional. Todos os anos, escolhe os melhores dos melhores, em 22 categorias. Coisas como a melhor fachada, o melhor uso de betão, o melhor uso de cor na arquitectura, o melhor edifício residencial, de saúde… Atenção, parece que estou a gozar mas não estou, estamos a falar de arquitectura, e é óbvio que tudo isto são categorias importantes.

Passando à frente. Sou apaixonado por arquitectura – aliás, antes de seguir o caminho da representação, pensei ser arquitecto, e é uma paixão que se manteve sempre comigo. Nestes prémios, uma das categorias (e uma que acho bastante interessante) é o “edifício mais sustentável”. Deparei-me com isto pela internet e achei fantástico. O vencedor foi um bar em Kamikatsu, no Japão, que foi construído totalmente a partir de lixo reciclado – para te dar um exemplo, utilizaram jornais como papel de parede, e garrafas de vidro para fazer candeeiros. Para além disto, o edifício está preparado para, na sua actividade, reduzir ao máximo o impacto ambiental ao reciclar ou reutilizar todo o lixo que produz.

Acredita se quiseres mas, no meio disto tudo, o edifício é lindíssimo, tanto por dentro como por fora. Aliás, não aceites a minha palavra como prova, confere se digo ou não a verdade nas imagens abaixo.

3

4

1

2 Comment

  1. Olá!
    O edifício é lindo!
    Não sabia desses prémios mas ainda bem que existem para distinguir a qualidade e o trabalho de quem quer reinventar e superar o que se faz hoje.
    O Japão é muito conciente da Natureza por isso, não me espanta que seja nesse país que foi encontrado a casa mais sustentável.

    Obrigada pela partilha
    Beijinhos
    Eva

  2. Luisa Silva says: Responder

    Olá Diogo, realmente a casa é lindíssima, eu sempre fui muito apaixonada por coisas esquisitas para mim quanto mais “diferente” e fora do normal mais mais belo se torna, para banal já basta a vida (pelo menos a minha), e fazer uma casa com materiais reutilizáveis foi uma excelente ideia. Beijinhos lindo

Deixe uma resposta