Lixo Extraordinário

Vik Muniz é um fotógrafo brasileiro que, entre 2007 e 2009, desenvolveu um projecto artístico na maior lixeira a céu aberto do mundo, estranhamente chamada de Jardim Gramacho (nos arredores do Rio de Jaeiro). Lixo Extraordinário é um documentário que conta a história deste projecto artístico com uma gigante vertente humanitária e interventiva.

No Jardim Gramacho, milhares de pessoas vivem no lixo e do lixo, literalmente. Passam os dias na lixeira, a apanhar materiais recicláveis que depois vendem por trocos, para poder comprar um pão. As condições de vida são inacreditavelmente desumanas. O documentário “Lixo Extraordinário” reporta o trabalho de Vik, que se juntou a algumas destas pessoas e, com o lixo recolhido diariamente, criou obras de arte extraordinárias. No fim de tudo, vendeu as obras e doou o dinheiro à associação de “catadores” (as pessoas que apanham o lixo) do Jardim Gramacho, que há anos luta pelos direitos das pessoas que lá vivem e “trabalham”.

Há documentários que mexem connosco, e este é um deles. Uma história bonita que mostra o poder que a arte tem.

Preparem-se que prá semana há mais sobre as coisas interessantes que se podem fazer com lixo, que o fazem deixar imediatamente de ser lixo.

lixo-extraordinario6-view-down-on-irmas-portrait

3-vik-shooting-tiao lixo

1 Comment

  1. Olá!
    Não há limites para a criatividade e muito menos para a força humana. As condições dessa pessoas são péssimas (no mínimo) mas mesmo assim, não desistem de lutar. Deveria ser um exemplo para todas as pessoas, em especial para aquelas que se queixam por coisas que em comparação, não são nada.

    Beijinhos
    Eva

Deixe uma resposta