Paiiii, já xigámos?

Picture1

“Paiiii, já xigámos?”

Se tens boa memória, sabes bem do que estou a falar… Se tens filhos, sabes de certeza…

Ainda me lembro de ser puto e fazer esta pergunta clássica. Lembro-me que para mim, o trajecto Carcavelos (onde cresci) até Lisboa, era uma espécie de caminho marítimo para a Índia. Aquela sensação de que aquilo podia levar dias ou mesmo anos a ser feito e nunca, mas nunca conseguir chegar acordado ao local…

Se calhar tenho boa memória ou talvez seja impaciente… O Mateus é igual!!! O teu Filho/a também?

Parece que tem uma espécie de conta quilómetros interno, um cronómetro extremamente sensível que dá sinal a cada minuto. Das duas uma… Ou tem uma enorme vontade de chegar ou não quer nada estar ali… E olha que dou o meu melhor!!

Canto com ele, levamos brinquedos para o carro (tema que quero abordar um dia destes), faço palhaçadas… Mas quando a sua sirene interna toca, está tudo perdido!

E começa a saga:

Mateus: Paiiii, já xigamos???

Eu: Ainda não filho, falta um bocadinho..

(dois segundos depois)

Mateus: Paiiii, paiiii, ja xigámos?

Eu: Está quase… olha ali aquele carro da cor do Benfica…

Mateus: Falta muito?

Eu: Não, filho, está quase…

(páras num semáforo)

Mateus : Xigámos???

Eu: Não… queres cantar aquela música com o pai?

Mateus: Já xigámos?

(pões a musica preferida dele a tocar e meio segundo depois)

Mateus: Falta muito?

Mateus: Paiiiii?

(já não consegues dizer nada..)

Mateus: Pai?

Mateus: DIOGO!!

Sim, é verdade… o Mateus trata-me por Diogo quando está desesperado… 🙂

Tento tudo. Mudar de assunto, distraí-lo com outra coisa, mudar de música, TUDO o que está ao meu alcance.. nada funciona, só mesmo a chegada ao destino…

Se tiveres uma solução que funcione e que não envolva hipnotismo, armas de fogo ou mordaças, partilha por favor… ou vende, vais ficar rico!

 Imagem12 Imagem13

3 Comment

  1. Marta Lourenço says: Responder

    Esquece! Penso que nem as mordaças nos salvavam. Eles tornam-se mesmo o burro do Shrek em viagens (sejam de 5 minutos, ou de 5 horas). A Francisca quando percebe que as perguntas não vão chegar, começa: tenho fome, tenho que fazer xixi, estou tão aflitinhaaaa! Boa sorte! 🙂

  2. Luisa Silva says: Responder

    Oh lindo esquece só com o tempo é que isso passa, o Marco tem 4 anos e ainda (não com tanta frequência) faz todas as perguntas possiveis e imaginárias e nem musica,telemóvel, livros, brinquedos, faz parar o questionário de perguntas repetitivas.
    Sinceramente o Marco nunca passou pela fase do já chegamos….ou tenho fome…….ou até mesmo quero fazer xixi…. ele é mais, mamã porque é que aquele carro é vermelho…. ou se passa ao pé de um prédio em construção começa, mamã o que é que aqueles senhores estão a fazer, ele repara em tudo e pergunta sobre tudo. Por isso meu lindo como já te disse uma vez numa publicação, respiraaaa e boa sorte.
    Beijinhos lindo.
    Ps: Eu adorava ver e ouvir tu a cantares ao Mateus, deve ser o máximo!!! Eh,Eh.

  3. Mariana says: Responder

    Lembro-me tão bem de o fazer em pequenina! Era um tal desespero e ansiedade de chegar …

Deixe uma resposta