Na Terra dos Sonhos – Disneyland

A minha mãe fez anos e decidimos celebrar o aniversário na Disneyland Paris, com o Mateus e com os outros primos.

O avião aterrou com o Mateus e a Matilde (a prima) a cantar: che-gá-mos, che-gá-mos, che-gá-mos! No transfer, não paravam quietos. Mas depois de tanta excitação, o cansaço bateu e o Mateus chegou à porta a dormir… Para variar… Entrámos e ele perdeu a primeira parada porque estava na terra dos sonhos (mas naquela para onde vamos quando estamos a dormir). A sério, o puto que dormiu na Las Vegas Strip, também dorme durante uma parada da Disney… Rock on!! Mas quando acordou… Ui!! Quando acordou… A frase mais ouvida era: QUERO ANDAR NO CARROCELI!!

Há um pormenor importante a mencionar… O Mateus não vê televisão e por isso não conhece nenhum dos personagens que por ali andavam a meter-se com as pessoas. Na verdade, ele não gostou muito dessa parte, nem sequer quando o Mickey veio ter com ele. Mas ficou completamente enfeitiçado pelas paradas e pelos carroceis.

Como pai, foi fixe ver o olhos do Mateus a brilhar de alegria. Vê-lo completamente enfeitiçado pela cor e luz e movimento à sua volta. O Mateus tem uma particularidade, que é ficar muito concentrado nas coisas. Muito mesmo, parece que quer registar cada pormenor na sua memória. E eu fico enfeitiçado a vê-lo. Neste sentido, a Disneyland é sem dúvida um bom sítio para pais irem com os filhos. Pelos vistos, também é um bom sítio para pedir a namorada em casamento, já que pouco depois de entrarmos testemunhámos um pedido de casamento (vídeo abaixo).

Disneyland Paris… Fantasia, cor, música e tolerância… Muita tolerância para aguentar as filas impróprias para graúdos (quanto mais para crianças) – entre 30 e 50 minutos, para cada 2 minutos de diversão 🙄. Gostava que esta parte funcionasse melhor. Outro apontamento é o facto de não haver muitas opções no que toca à comida saudável (ou se há, estão bem escondidas)… Há uns copinhos com saladas, mas pouco mais… Tendo em conta que o público-alvo são crianças, talvez fosse boa ideia apostar na alimentação saudável… Nem que seja umas frutas ou umas maçãs pelas ruas, como o Whole Foods faz nos Estados Unidos…

Apesar disto, a Disneyland Paris não deixa de ser um sítio mágico que te faz sonhar, independentemente da tua idade. Para além disto, para quem foi enquanto criança e regressa mais tarde com o seu filho, há sempre aquela sensação de Gulliver – aquela que descrevi no artigo Querida, encolhi o país!

Se tenho uma conclusão desta experiência é esta: a Disney tem esta capacidade de te fazer mergulhar no mundo deles como se fosse real, e isso é de louvar. Um dia muito bem passado.

whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-32 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-32-1 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-36 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-39  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-41 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-48-1  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-48-2 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-20-54  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-46  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-50  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-55-2 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-55 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-58 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-21-59 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-48 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-49-1 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-49 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-53 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-54 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-58-1 whatsapp-image-2016-10-10-at-15-22-58-2  whatsapp-image-2016-10-10-at-15-28-38

4 Comment

  1. Olá!
    A Disney tem essa capacidade, de nos fazer voltar a ser crianças quer tenhas 20, 30 ou 100 anos.
    O facto do Mateus não se ter interessado pelo Mickey faz-me lembrar algo que o grande Robin Williams disse uma fez num do seus especiais de stand up e que agora faz todo o sentido: “(…)I’ll take him to Disneyland, that will be fun! Mickey Mouse for a three year old, yes! Mickey Mouse for a three year old, that will be incredible! Mickey Mouse for a three year old, is a 6ft **** rat!(…)” Lol
    Está provado que ele tinha razão.

    Beijinhos
    Eva

  2. Carla Cascão says: Responder

    Olá Cavalheiro! Não conheço a Disney de Paris,mas conheço a de Orlando e recordo-me quando vi saladas no restaurante,foi um contentamento para mim…..quando os americanos me viram a tirar salada para o prato,acharam que eu devia ser um E.T…….eh!!eh!! Havia uma serie de molhos para as temperar e eu há procura do azeite e vinagre…..A minha irmã diz que a de Paris é mais mágica do que a de Orlando…..Foi tão bom sentir a voltar criança novamente…..Achei engraçado de o seu filhote não ter ligado nada ao Mickey…..A titulo de curiosidade, tenho uma fotografia tirada nas chávenas da Alice…..
    Deixo-lhe a respectiva beijoca em cada bochecha!
    Carla Cascão

  3. […] de um dia Na Terra dos Sonhos – Disneyland, chegou a hora de regressar a Lisboa… mas por muito pouco tempo. Na verdade, fiz apenas uma […]

  4. Cláudia says: Responder

    Olá Diogo ! Gostava de um dia poder levar a minha princesa Carolina à Disneyland Paris! Só acho que há um problema (tudo muito caro), e nem sempre o dinheiro estica para estas diversões :/ beijinhos e espero que sejam muito felizes e que tenham todos muita saúde !

Deixe uma resposta